quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Sobre Volatilidade

. (ironica) Você ta com medo? Eu queria tanto que ela gostasse de mim.É que com você do meu lado eu não tenho medo. É que eu tenho saudade todas as noites. É que eu queria você comigo.
. (séria) Tantas frases que eu planejei pra te sensibilizar e chegada a hora quem endureceu foi eu. Não sei, eu queria dizer coisas bonitas pra você, pra você querer ficar, pra você querer que eu ficasse.
. ( pensativa) Mas eu não sei, em algum momento ou frase ou palavra sua eu exitei. Eu tenho medo amor.
. (susurrando) Aquele velho medo de perder você.
. (falando)Eu até supero qualquer dia desses, mas o problema é que pra superar eu preciso deixar de gostar. Eu acho que nós dois não queremos isso.
. (sorrindo gostosamente) Mas e daí, dizem tudo tem um fim. Até Vinícius de Morais dizia que tinha fim.
. (entristecendo ) eu não sou taão sonhadora mais.não como eu costumava ser quando a gente se conheceu.
. (misteriosa) Eu acho que tudo tomou a esfera da realidade. Aquela esfera em que os sonhos maiores e gigantescos não são permitidos.
. (confusa) e as vezes eu penso que não tenho tenho certeza mais do que eu quero, do que eu sinto, mas aí eu penso que posso te perder e choro.
. ( chorando ) e eu não posso te perder meu querido. o minha vida é sua , e perder você implica na perda dela.

2 comentários:

Kaká =D disse...

(suspirando)...




Te adoooooro muiéee!

=*

minicontosperversos disse...

lendo isso de dependência e vendo o que o lindenberg fez com a debutante lá em santo andré pensamos como é desconexo esse lance de dependência: "dependo de você, te amo, por isso te mato covardemente, e mato tua amiga junto de quebra"; e o infeliz não teve coragem nem de se matar

dífícil xingar o cara de alguma coisa, pois seria ofensa pra categoria de qualquer ser de mesma alcunha