quinta-feira, 22 de maio de 2008

Sobre Reações.

Então, se você for embora, eu ficarei aqui, livre, mas presa aos meus sentimentos, às lembranças que você esqueceu. Esqueceu sim, porque você nunca me deixaria algo bom de você, ou do que existe.
Então, se você for embora, eu ficarei aqui, olhando para o tempo, enquanto ele espera que você volte, enquanto penso como tudo poderia ter sido diferente, mas não foi não é?
Então, se você for embora, eu vou guardar meus sonhos, sonhar outros, e caso você volte, eles estarão aqui, intactos, para serem novamente deixados de lado, passados para trás.
Então, se você for embora, eu ficarei aqui, tentando encontrar em cada pessoa as suas qualidades, que eu nunca elogiei, e os seus defeitos, que eu sempre critiquei.
Então, se você for embora, eu vou tentar me distrair, eu vou tentar sair daqui eu vou fazer coisas que você sempre odiou que eu fizesse, as quais nunca deixei de fazer.
Então, se você for embora, eu vou pensar porque, vou mudar meu jeito, eu vou ter mais respeito, por você, por mim, não vai me fazer bem te ver ir, eu sei, mas talvez seja melhor assim.
Então, se você for embora, o tempo fecha, a casa cai, a vida muda, eu vou à luta, bato com a cara na porta e aprendo a não me acomodar mais.
Então, se você for embora, eu ficarei aqui, tentando mudar o que vocÊ não gostava em mim, sem saber o porque, ainda me importo com isso. talvez pra que ninguém toque nesse assunto e me faça lembrar de você.
Então, se você for embora, eu ficarei aqui, trancada no quarto, ouvindo músicas românticas, lendo suas cartas, revendo fotos e se eu conseguir, quem sabe, dormir ?
Então, se você for embora, eu vou tomar um banho, sentindo a água cair de leve sob o meu corpo, como faziam os teus lábios.
Então, se você for embora, eu sigo em frente, sem me culpar pelos teus atos, sem tristezas, mas nostalgia, afinal, é isso que nos faz sentir um bom momento.
Então, se você for embora, eu vou estar aqui, sem saber o que fazer, mas com a certeza de que eu estarei feliz, sempre, com ou sem você, já que o termo correto para nomear o que nos une é AMOR e não dependência.

19/10/06
-----------

Antigaço.
oO

11 comentários:

Kaká =D disse...

Nusggg!
Muito antigo seu texto!
Na época que a gente se vestia de palhaço e ia pra escola soprar bolhas de sabão no pátio!

Ainnn saudadesss!
De você e daquele tempo!

Lindooo o texto... Precisando ler coisas assim por que esses dias escrever pra mim tah dificiL!

=*

juliana disse...

que lindo!!!


queria ter sentido metade disso quando terminei meu 'namoro'

=*

juliana disse...

opa

Juliana
eu:

nadaem-umapalavra...

*¢£@üD!NhA''' disse...

''Então, se você for embora, eu vou tomar um banho, sentindo a água cair de leve sob o meu corpo, como faziam os teus lábios.''

Líndíssima sutileza, e fechamento magnífico.

Muito bom!

É bom voltar aqui... ;)
(Obrigada por adicionar meu perfil)

Beijo grande.

Cris disse...

gostei da sua casinha!

beijos

Juliana disse...

Yeah!!!!


Ela vai vir pro Brasil fim do ano
*-*

natiih pkena disse...

aijssijoaasijoosai
pois é realmente... temos problemas serissímooos
hehehehe
valeu pela visita ;D
beeijos

kikinha. :) disse...

ô se arrasa, é o meu favorito! x)
seu texto me lembra alguns meus. o jeito de escrever, o assunto, alguma coisa.


:*

♥M@cellY♥ disse...

Sumidaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Kd vc?

Fernanda disse...

o medo do abandono não pode ser maior que o amor-próprio.você me provou isso, sempre.
Inspiração é você,lindinha!

Beijos saudosos com babalu.

Adrielly Soares disse...

10