segunda-feira, 12 de maio de 2008

Sobre Pieguismo.

- E se você partir ?
- Você vai junto.
- E se eu não puder ir ?
- Um dia eu volto e não demoro.
- E se você demorar ?
- Eu escrevo pra falar de saudades.
- E se eu precisar de você ?
- Eu largo tudo e volto correndo.
- E se for só capricho ?
- Eu te ligo.
- e se for só carência ?
- Eu mando flores e bombons
- E se eu não sentir sua falta ?
- É porque eu nunca terei partido.


Uma dose a mais de pieguismo pra uma pessoa já tão piegas.

5 comentários:

Fernando Rozano disse...

um diálogo muito bem narrado, sobre cotidiano e afeto. piegas? não sei, talvez todos sejamos em algum momento de nossas vidas. a frase final do diálogo é extramamante densa e rica. abraços.

impulsos disse...

Penso que de piegas todos temos um pouquinho.
Por vezes também é preciso...

Escreveste do teu jeito, aquilo que te aflorou no pensamento e de uma forma especial... a tua!

Beijo

João Videira Santos disse...

Diferente...Por isso, gostei!

♥M@cellY♥ disse...

Infelismente não acredito mais nesses diálogos repletos de promessas... ai ai...

triste não?

Bjo moça!

juliana disse...

De mais!
Piegas e 'miséras'...