sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Sobre Águas Lindas.

Eu não sou o tipo de garota que você quer. Eu não estudei em escola particular, não fiz balé. Não sei falar em outras línguas, e já senti o gosto de muitas outras línguas. Não sou meiga e nem delicada, quebro porta retratos, copos, vasos, levo choque, sou bem estabanada. Não tenho cinturinha de pilão, não sei fazer média, não faço charme, se eu disser não, é não. Nem sei ceder, tudo tem que ser do meu jeito, tenho gênio forte, bato o pé, não gosto de gritos ou discussões. Não sou um mistério, sou previsível, fácil de adivinhar. Não faço surpresas, não sei comprar presentes e odeio essa sua calça jeans preta descorada,e odeio seu jeito de olhar pra mim e sorrir como quem sabe que eu me derreto por você.

Não sou uma princesinha, não tiro notas altas, já tomei uns porres, já vomitei, já dei pros caras errados e já fui eu mesma a pessoa errada. E continuo sendo, tão torta e errada. A pessoa errada pra você. Então, é o seguinte, para de me olhar com esse sorriso de quem sabe que eu sei que você me quer, de quem sabe que eu sei que é só eu tropeçar, pisar em falso, pra você me segurar com essas mãos fortes e firmes de atleta de artes marciais. Para, porque eu sei me levantar sozinha, sou tão forte quanto você, mas já cansei de falsas paixões, grandes ilusões, e esse seu sorriso só me oferece queda. E o fundo desse poço tem as águas mais lindas que já vi.

7 comentários:

Nina Vieira disse...

Você é bem o tipo de garota que eu queria que voltasse a publicar aqui. Que bom o seu retorno. Como vai você?
Nem sei se lembra de mim.
Beijão.

www.cronistaamadora.wordpress.com

Insolente disse...

saudades.

Leitora.sua disse...

Que bom que continua a escrever e, a propósito, os textos continuam realmente mto bons! Saudades de vc Dri.

Skyline Spirit disse...

pretty nice blog, following :)

Luiz Carlos disse...

Caraca! Quanto tempo sem te ler! Que bom que você voltou, isso também me faz querer voltar...

E pensar que eu costumava te ler sempre há 6 anos atrás! Faz tanto tempo, e lendo em Janeiro de 2014, parece que tanta coisa mudou... Ainda bem que mudaram pra ambos e continuo gostando do que leio.

Lili Tormin disse...

Bateu uma nostalgia, dos dias de Caio Fernando e sinuca sem fim. Saudade dos dias escritos e horas perdidas entre boas palavras...

"E continuo sendo, tão torta e errada. A pessoa errada pra você. Então, é o seguinte, para de me olhar com esse sorriso de quem sabe que eu sei que você me quer"

Ana Pereira disse...

Boa tarde
Passei pelo teu cantinho para te dar a conhecer o meu modesto espaço de poesia.
Espero que gostes. Um abraço, Ana Pereira
http://almainspiradora.blogspot.pt/