sábado, 12 de dezembro de 2009

Sobre Afetação

.Tantas fotos suas. Você em pedaços no chão da minha sala. Não era esse fim que eu tinha planejado embora soubesse desde o começo que... Espera aí, não houve começo, não houve nada: só uma tentativa fracassada de ter você, que eu amava. E você quase não me enxergava.

.E agora olhando você em pedaços, com expressões diferentes no chão da sala, tantas vezes, tantas cenas imaginei pra mesma expressão de felicidade que você tem em uma dessas fotos. Com seu sorriso cínico de canto de boca e seu olhar dissimulado.

.E como se você fosse um assunto superado e eu um acidente esquecido você consegue me encontrar no meio de uma praça qualquer e me parar pra conversar, como se dissesse: "Oi, me fala um pouco da sua vida e pergunta um pouco da minha também, me deixa te tocar e sentir o tamanho das cicatrizes!".

.E como se você fosse um assunto realmente superado e eu um acidente esquecido, te deixo me tocar e finjo que o que você sente são cicatrizes e não feridas ainda abertas. E sorrio. O meu sorriso afetado de te fingir que não sinto dor...


Obs: Obrigado por voltarem, uma vez mais.

17 comentários:

Nicole f disse...

" Espera aí, não houve começo, não houve nada: só uma tentativa fracassada de ter você, que eu amava. "

eu estou em cada letra desse trecho, e me encontro um pouco mais nas outras partes *-*

adorei, adorei, adorei,
parabéns, tem muito talento :*

Little dreamer disse...

FIQUEI SEM AR.

Jaqueliny Euzébio disse...

Engraçado que teve um pedaço desse texto que descreveu precisamente a minha atual situação.

"Oi, me fala um pouco da sua vida e pergunta um pouco da minha também, me deixa te tocar e sentir o tamanho das cicatrizes!".

Simplesmente perfeito! Adorei.

Endry disse...

Poxa, pq as feridas dos outros às vezes doem muito mais em nós?

Adorei o texto!

E como está a faculdade? As minhas aulas já acabaram e eu vou ler O contrato social, Rosseau. :D


beijoos :*

Sandra Timm™ disse...

Sua história me comove sempre...

E eu torço muito por você, por vocês.

Não desista!

Beijo

Dara disse...

ui. só deepest.
:D

http://arteslee.blogspot.com/
novo blog.

Carolina. disse...

E como se você fosse um assunto superado e eu um acidente esquecido você consegue me encontrar no meio de uma praça qualquer e me parar pra conversar, como se dissesse: "Oi, me fala um pouco da sua vida e pergunta um pouco da minha também, me deixa te tocar e sentir o tamanho das cicatrizes!"

Ai...que coisa não.
Me tocou tão fundo que chegou a doer, vai ver são minhas feridas ainda abertas...parece que me vi...nesse momento.

Você escreve tão bem, que reafirmar isso é clichê demais.
Te amo tanto.

Stephanie Pereira disse...

chorei *-*

sobrefatalismos disse...

Caramba, eu realmente estava precisando desse texto, moça. Você traduziu tudo o que estou vivendo agora!

Beijos.

Gabyh Banki disse...

Adorei vc, garota. é um achado, com certeza. é simples, doce, mas neste caso triste.
"..te deixo me tocar e finjo que o que você sente são cicatrizes e não feridas ainda abertas. E sorrio."
me encontrei principalmente nesse trecho ;*

Dara disse...

;)
passando aqui para te linkar
beijos

Thatiane C. Vieira Capuano disse...

Entende, mais uma vez o erro foi meu em num explica a situacao. Os questionamentos nao vinham de vc atre pq como c disse e um blog praticamente anonimo, mas as pessoas que liam me questionavam sobre as coisas que eu havia escrito, vc mais que ngm devia saber que seus questionamentos sao sempre bem vindos, alias pq na maioria das vezes foi i que me fez pwnsar, e vc sabe bem disso, sobre a distancia...e foda e eu nao vo me isenta da culpa errei, como sempre faco, mas vc conhece meus defeitos e nao devia se importa tanco com a minha ranzinzice, e minha irma e melhor amiga sim, e por isso vc sabe que eu nao cito nomes nunca, e sabe muito bem que com vc e que nao seria, pois a unica vez que a gente brigou foi pq ru fui tira satisfacao, entao eu naum ia manda recado nao pra vc, espero que pesar da distancia a amizade e a irmandade continuem existindo, e me desculpa se vc interpretou mal, nao era uma critica e vc devia sabe disso. TONTA

Thatiane C. Vieira Capuano disse...

AGORA Ô SUA AFETADA...LÊ LÁ E ME XINGA DE NOVO....ANIMAL!

ps: TEL P/ CONTATO?
NÃO TE AXO, SEU CEL SO DA DESLIGADO E ADEVINHAAAA....NÃO TENHO O DA SUA CASA...MAIS UMA VEZ!

TE AMO E ME PERDOA?

Endry disse...

Estou no segundo! Beem perdida, haha :)
Era para estar no terceiro, mas tive de trancar o primeiro de 2009. :X

beijos, ótimo 2010!

Raíza Sousa disse...

Oh vou falar uma coisa pra vc e pra thaty: Vamo parar de putaria e apertar a mãozinha uma da outra... Isso! Isso! Amiguinhas! Pqp mas eh soh eu sair dai que tudo desanda! Tsc tsc tsc!

ahuhahuauhauhahua
=*
saudadesmasterdevcsduassuasloucas!

Robin K disse...

Um beijão bem grande

Luh* disse...

Que triste, mais é a vida né?!
beijos