quinta-feira, 9 de abril de 2009

Sobre Afetação

Sabe quando você quer se fechar? Sim, eu queria muito isso agora. Não, não falo de desligar o telefone e ficar debaixo das cobertas chorando litros de lágrimas que acabam aliviando as dores que você sente. Não, não falo de ficar trancada no seu quartinho gritando com qualquer um que ameace entrar ou derrubar a porta porque, aliás, faz dias que você não come, não bebe, não toma banho e seu quarto deve estar cheirando pior do que roupa mofada. Não, também não falo de largar o vício da internet e perder sua importantíssima popularidade. Eu falo de continuar normalmente sua rotina, ir á faculdade, ir a festas de amigos, fazer tudo que você normalmente faz. Não, não estou falando de me fechar para o mundo. Estou falando de me fechar pras pessoas. É que pra mim, hoje, existem dois tipos de pessoas, as que estão aí pelos cantos de coração aberto e as que estão pelo mundo de coração fechado. Cansei de andar pelos cantos. Quero andar pelo mundo e não me afetar com mais ninguém.


Obs: Quase uma síndrome de Greta Garbo.
Obs2: Prometo que durante a semana eu comento com calma nos blogues.

22 comentários:

Nadezhda disse...

Já tentei uma vez, mas não funcionou comigo.

;)

Fern. disse...

Não ttem graça andar pelo mundo e não interagir com ele, com os habitantes. emora eles pareçam apenas animais absurdos ás vezes, toda regra tem exceçao...

eu sei que vc vai mudar de idéia!

beijos e boa páscoa!

P.S>: Meu MSN resolveu pifar =/

Carol disse...

Seu coração é tão deliciosamente aberto!
Queria me abrir como vc...vamo trocar de lugar?

Beijãoo

Robin K disse...

É assim que eu vivo. Percorro o mundo e tento aproveitar ao máximo. No meu coração, no entanto, nada entra. Também porque nunca deixei de lá sair certas coisas que já devia ter deitado ao lixo há muitos anos. Tanta coisa que faz mal...

Robin K

Moni disse...

eu sei bem oq vc ta falando... eu ja fiz isso e não resolveu.... garanto pra vc q nao é a melhor solução... beijos

Nina Vieira disse...

Quem anda pelo canto trilha o seu caminho de maneira difícil e tortuosa. Quem sempre vive no centro, torna-se exibicionista, por assim dizer.
Há sempre um meio-termo. Andar na corda-bamba é bom. Mas fazer ballet no meio da rua é melhor ainda.

P.S.: Texto pequeno, mocinha! E sua promessa de não fazer isso?

Robin K disse...

Há espaços dentro de nós, que só uma pessoa pode preencher. Por muita gente que possa vir depois......mais ninguém o conseguirá.

PS - Continue escrevendo. Sinto-me menos só quando leio as suas coisas. Desculpa a sinceridade.

Robin K

Insolente disse...

ai, não faz isso. O mundo é dos afetados, dos apaixonados, não importa o que digam. Deixar-se afetar pelo outro faz parte do jogo.

B&V disse...

Isso não funciona, porque no fundo tu é um ser humano e seres humanos são fracos, mesmo que não o queiram, são afetados o tempo inteiro por todos os tipos de sentimentos, e se tu se fechar demais, vai se sentir vazia.
Tens que aprender a filtrar os sentimentos

Beijos guria

T disse...

Eu entendo você. Fico assim quando conheço alguém que realmente não vale a pena, ou quando eu acho que alguém vale, e ela me decpiciona. Mas fechando se para pessoas chatas, e se valor. Automaticamente se fecha também, para as maravilhosas. Gostei do texto. Muito.

jaque, jaque... disse...

Esse é um dom que eu gostaria de ter, simplesmente me fechar para o resto do mundo.
É uma tarefa difícil, quando se dá conta, estamos novamente sofrendo por tudo aquilo que decidimos ignorar e já nos esquecemos de fingir ser forte - acontece assim comigo.

Ricardo Almeida disse...

O bom das decisões drásticas e definitivas é que elas sempre podem ser revogadas no momento seguinte.
beijos

Paola disse...

juro que tentei, mas eu não consigo. não consigo fechar meu coração. acho que ele veio com defeito, sem tranca, sem chave ou cadeado.
eu sou assim, não tem jeito (:

Nana Psico disse...

E qual dos dois tipos de pessoas você é/quer ser?
Não se feche, o mundo precisa de você!
Beijos!!!

Alan disse...

Hmm... Tudo é fase, querida. Incrivelmente, estou nessa mesma fase de querer me fechar. Acho que é questão de sobrevivência.

Um grande abraço e obrigado por add no Orkut!

Bjs!

Eduardo Humbertto disse...

Acabei de postar no meu blog, mas
a sua frase "Quero andar pelo mundo e não me afetar com mais ninguém."... resumiu o meu texto inteiro, e numa tacada só diz o que eu tentei dizer no meu texto... por favor, nunca pare de escrever...! hehe

B-jo!... vc tbm anda sumida.
=]

Teté disse...

Eita
Querendo só o que há de melhor nas pessoas...
Se fosse fácil hein??
Quem me dera
Bom fds e feriado
Bjooos

N. Mylonas disse...

Eu tb já tentei me fechar das pessoas que me afetam. Mas tá dificil hein....

Beijoos.

Simple Me disse...

Linda, mudei de blog. Quando puder, passa lá! Não deixe de me visitar!

Camila Colossi disse...

vai funcionar se vc for fortee *-*

Gabriela Galvão disse...

Outro dia a vida pode estar do msm jeito; mas os qreres, outros.

E assim, vai... Vms...


Bisous

Layse disse...

Eu sei o que é isso, e, incrivelmente é o que eu mais queria fazer agora. Deveria ser proibido conseguir magoar os outros com tanta facilidade. Parece-me que, fechadas, isso não nos atingirá. Mas, tbm, dps acaba parecendo que isso soa quase que como absurdo... uma hora ou outra, a gente acaba achando algo ou alguém que nos faça nos abrirmos novamente..